sexta-feira, 20 de julho de 2012

Um australiano diferente e delicioso


Os vinhos australianos não são lá muito populares no mercado brasileiro. Poucos rótulos são encontrados por aqui, e costumam ter preços elevados.

Muito bem : já provei duas vezes um australiano de bom preço (cerca de 60 reais) e que me surpreendeu tanto pelo blend de uvas utilizadas como pela qualidade.

Estou falando do The Stump Jump Vintage 2008, um vinho produzido na região do Vale do McLaren, em South Australia. O produtor, d'Arenberg, elabora seus vinhos por lá há cerca de um século. O nome do vinho, bem curioso, é uma referência a um tipo de arado desenvolvido na própria região que teria a propriedade de "saltar as raízes de árvores do solo" - ou seja, to jump the stump ...

O corte de uvas escolhido para este vinho foi o corte clássico dos vinhos franceses da região do Rhône : grenache, shiraz e mourvèdre - um corte bem diferente do padrão dos australianos mais conhecidos.

O resultado é um vinho extremamente saboroso, com fruta e madeira na medida certa (são 12 meses em barricas de carvalho, segundo o produtor). Os aromas intensos e pungentes podem ser sentidos já ao abrir a garrafa, e lembram ameixas, mas também carne assada, pimenta-do-reino e especiarias (suponho que estes últimos aromas são a contribuição clássica da uva shiraz).

Na boca, um vinho macio e elegante, com muito sabor. Taninos muito suaves, álcool na medida certa, e uma grande persistência, que prolonga o prazer.

Em suma : uma ótima aquisição. O vinho pode ser comprado por aqui na Zahil.